domingo, 24 de abril de 2011

PARA PENSAR!

Um dos temas jurídicos que tem tomado vulto e importantes debates entre os estudiosos do direito no Brasil, é o que diz respeito a legalidade ou não dos eventos populares como rodeios, vaquejadas ou outras festas populares que utilizam animais para o entretenimento do público, assim como o abandono de animais de estimação como cães e gatos. Além de se constituírem em eventos com características sociais altamente enraizados em várias regiões do Brasil, têm eles reflexos econômicos pois como se sabe atraem milhares de pessoas envolvendo grandes somas de dinheiro, o que dificulta colocações humanitárias e jurídicas sobre a temática. Entretanto, ante a evolução dos conhecimentos científicos sabemos que os animais são seres que possuem características semelhantes aos humanos e estão sujeitos a sensações muito parecidas, o que nos deve tornar mais sensíveis no trato com eles, criando assim leis de proteção.
Animais como o cavalo e o camelo permitiram a expansão de nações, ajudando o homem no deslocamento a grandes distâncias, além de auxiliar nos trabalhos de campo, aliás como acontece ainda hoje em inúmeras regiões. A domesticação de bovinos, caprinos, de aves como a galinha, o peru e o pato, por exemplo, permite ao homem ter perto de si um estoque alimentar fundamental para a sua sobrevivência. Os cães domesticados, por sua vez, passaram a ser grandes colaboradores, tanto como auxiliares de guarda como no pastoreio. Em muitas regiões do globo são usados os mais variados animais como os falcões na caça e os mergulhões na pesca, sem contar a grande importância do camelo e do elefante, este último na África e na Índia, como meio de transporte e mesmo como auxiliares no trabalho. Na medicina os animais têm também primordial importância pois auxiliam ao homem em suas experiências científicas.

10 comentários:

  1. Bacana!
    Seguindo!


    http://porcofilosofo.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Acredito que o capitalismo tenha tornado não só o ser humano egoísta como também até insensível diante de questões como essas, sabe, que dizem respeito ao direitos dos animais. Ainda bem que ainda existem pessoas conscientes que entendem a necessidade de faze refletir e dar esse alerta que você fez no post. Parabéns pela iniciativa.

    ResponderExcluir
  3. BRUNA DEIIXA SEU BLOG P/ EU SEGUIR

    ResponderExcluir
  4. Hoje eu e alguns amigos estávamos discutindo justamente sobre isso hj...
    Em mtos países, os animais são tratados com carinho, atenção, enquanto que por aqui, vemos um constante descaso.

    O ser humano é egoísta demais!--'

    ResponderExcluir
  5. Gostei muito do texto.

    http://rodrigobandasoficial.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. vou seguir teu blog, temos o amor pelos animais em comum

    ResponderExcluir